Há alguns anos atrás fui assistir uma peça de teatro do ator e dramaturgo carioca Domingos de Oliveira, denominada “Duas ou três coisas que eu sei dela a vida”. Curiosamente, ele abria a peça servindo pessoalmente doses de  cachaça à plateia. Mesmo sem entender, eu e toda a plateia, sorvia com um misto de curiosidade e alegria nossa brasileiríssima cachaça, enquanto a peça prosseguia.

Domingo de Oliveira cineasta e dramaturgo carioca

Dramaturgo carioca Domingos de Oliveira autor e ator da peça “Duas ou três coisas que eu sei dela a vida”

Anos depois fui entender de fato o que o renomado dramaturgo queria significar com aquela cachaça servida à plateia deliberadamente. Ele, lúcido como sempre, e sem muita explicação, o que é próprio dos sábios, estava sem dúvida convidando a plateia para celebrar a vida e o teatro, sua máxima expressão, assim como faziam os antigos Gregos e Romanos  com o vinho.

Nada contra o vinho, mas usar a cachaça desta maneira, só mesmo para quem de fato é brasileiro e acima de tudo ter consciência disso, pois a cachaça praticamente nasceu com o Brasil e o brasileiro e nada mais justo, elegante e cultural, que tomar cachaça, assim como sempre tomaram vinho os povos da região do mar negro e sempre tomaram tequila os mexicanos.

Não que o brasileiro não bebe cachaça, bebe sim. É a segunda bebida mais consumida no país, a terceira no mundo e o primeiro dentre os destilados mais consumidos aqui. O que nos falta é valorizar a nobreza e a cultura que este nosso destilado de fato tem, assim como fez o estado do Pernambuco, que desde 2008 tornou a cachaça Patrimônio Cultural e Imaterial do estado, segundo estado que mais produz, exporta e consome a bebida.

 

Cachaça orgulho nacional em busca da emancipação

Cachaça, símbolo cultural brasileiro, são mais de 4 mil rótulos, uma variedade imensa de aromas e sabores

São produzidos mais de um 1,2 bilhão de litros de cachaça anualmente, com mais de 4 mil rótulos diferentes – uma tradição que, nem de longe, surgiu por acaso. Mas sem uma emancipação de fato de nosso destilado, vamos continuar com exportação abaixo de 1% da produção nacional, e é fácil conhecer o mercado que nos aguarda, basta ver o desempenho da cachaça frente a tequila, um destilado emancipado, dentro e fora do México.

Desempenho Cachaça e tequila

Cachaça versus tequila *Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac) **Conselho Regulatório da Tequila

 

Adão de Faria e Felipe de Faria

 

 

 


Empório Cachaça Canela-de-ema

Loja virtual, e-commerce, da empresa Agronegócios Fazenda Lagoa Seca do Brasil LTDA que comercializa, no atacado e varejo, cachaça artesanal, orgânica e produtos afins. Todos os produtos são devidamente escolhidos com base nos melhores resultados dos testes de qualidade conforme critérios do MAPA.

Olá!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese
%d blogueiros gostam disto: